Filme e rivalidade no futebol.

Oooi mais uma vez, pessoal. :)

Acabei de assistir um filme não muito recente, mas também não tão antigo. ‘O casamento de Romeu e Julieta.’ Pra quem ainda não viu, o filme fala sobre um homem corinthiano e uma mulher palmeirense, que se apaixonam e sentem-se ameaçados pela família de ambos, por causa da rivalidade entre os times. É um filme divertido e fofo, pelo menos pra mim que gosto do cinema nacional. :) Depois que o filme acabou, eu me peguei pensando sobre a rivalidade no futebol brasileiro, e é sobre isso que será o post de hoje. ^^

Que torcedor do flamengo nunca falou um palavrão a um torcedor do fluminense no calor de uma final de campeonato? Que gremista que nunca falou mal de  um colorado no decorrer de um jogo? Que palmeirense nunca quis que um corinthiano passasse bem longe dele no estádio? Isso é normal, é uma rivalidade sadia que move o futebol brasileiro. Temos que preservar o lado bom do torcedor, de saber torcer sem machucar, sem brigar, sem apelar. Sou a favor da paz nos estádios, de ver famílias comemorando  o título do seu time com alegria, sem se preocupar com os torcedores do time rival que saiu derrotado. Não existiria um time vencedor, se não houvesse um time perdedor…O que não pode deixar de existir é o respeito.

O futebol é um dos esportes mais interessantes que existem no mundo na minha opinião. A bola chutada de um pé para o outro abre sorrisos, causa lágrimas, estreita os laços… De um simples escanteio, a um belo drible seguido de um gol: é vibração, é paixão, é emoção… é futebol. Isso é lindo de se ver! *-*

Espero que nós brasileiros saibamos assistir a uma partida de futebol sem usar a violência, deixando a festa dentro e fora dos gramados muito mais bonita. :) Paz entre as torcidas, paz no futebol. o/


Acho que por hoje é só… até amanhã. :*

Anúncios